OF | Recuperar incluindo: Direitos Humanos, Igualdade de Género e Educação para a Cidadania

08-11-2022

Razões justificativas da ação

A atuação do CFAE MarcoCinfães assenta no princípio de que a formação contínua é um eixo fundamental para a melhoria da qualidade do ensino e das práticas docentes e, simultaneamente, uma estratégia de valorização do território de inserção das suas escolas associadas, assente em parcerias com instituições de natureza diversa a nível local, regional e nacional numa perspetiva de promoção de igualdade de oportunidades e maior coesão territorial. A colaboração com os municípios e outras instituições com vista à promoção dos Direitos Humanos, da Igualdade de Género, do combate a todo o tipo de estereótipos e violência, enquadra-se nos princípios do Plano Integrado de Recuperação das Aprendizagens, Resolução de Conselho de Ministros nº 90/2021, de 7 de julho e nos princípios, valores e competências do PASEO: saber valorizar e respeitar as pessoas e a dignidade humana; saber agir eticamente e respondendo pelas próprias ações, tendo sempre em vista o bem comum; agir de acordo com os direitos humanos, rejeitando todas as formas de descriminação e exclusão social e exercer uma cidadania mais justa. Com esta oficina de formação o CFAE MarcoCinfães aborda a medida Recuperar Incluindo de forma mais contextualizada e dando seguimento ao trabalho que tem vindo a ser realizado desde 2019 na área da Educação Inclusiva.

Objetivos

  • Rever e consolidar conhecimentos sobre documentos enquadradores de operacionalização do currículo e respetiva inter-relação;
  • Aprofundar, partilhar e debater conhecimentos sobre Educação para a Cidadania e respetiva operacionalização;
  • Analisar e debater o domínio dos Direitos Humanos e respetiva operacionalização curricular à luz do PASEO;
  • Analisar e debater a temática da Igualdade de Género e Prevenção da Violência Doméstica e Violência no Namoro e respetiva operacionalização curricular à luz do PASEO;
  • Rever e consolidar conhecimentos a nível de trabalho de projeto;
  • Valorizar o papel das comunidades e instituições locais, regionais, nacionais e internacionais no desenvolvimento de projetos escolares;
  • Analisar e debater metodologias de trabalho de projeto de acordo com o nível de ensino;
  • Valorizar a produção e divulgação de conhecimento como fator de sustentabilidade;
  • Valorizar a formação contínua como fator de desenvolvimento profissional;

Conteúdos

I-Enquadramento

  1. Apresentação de formadoras e formandos(as); apresentação das linhas orientadoras da ação e discussão dos critérios de avaliação (1 hora síncrona)
  2. O Plano Integrado de Recuperação das Aprendizagens, Resolução do Conselho de Ministros nº 90/2021, de 7 de julho: análise do fio condutor e articulação com os Decretos- Lei nº 54 e 55/ 2018, de 6 de julho, o PASEO, as Aprendizagens Essenciais e a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania. (2 horas síncronas).

II-Educação para a Cidadania: domínios e operacionalização curricular

1- Os contextos e a seleção dos temas (1h30m síncrona)

2- A importância das parcerias (1h30m síncrona)

3-Trabalho colaborativo transdisciplinar e construção de DAC (exemplos nos diversos níveis de ensino) (1h30m síncrona)

4- O conceito de capacitação das comunidades educativas e de valorização do território (1h30m síncrona)

III-Educação para os Direitos humanos

1- A importância do domínio no contexto atual, nacional e internacional, e operacionalização em sala de aula e em diversos projetos curriculares, escolares e comunitários; (3 horas síncronas)

2- A Educação para a Igualdade de Género: o combate a estereótipos e à violência doméstica e violência no namoro: operacionalização na sala de aula e em diversos projetos curriculares, escolares e comunitários; (2 horas presenciais)

3- Planificação conjunta de um projeto curricular adequado ao nível de ensino de cada grupo de formandos(as) integrando dados do contexto local (2 horas presenciais)

IV-Sustentabilidade

Instituições locais, nacionais e internacionais relevantes no domínio dos trabalhos de projeto nas áreas de Direitos humanos, Igualdade de Género e Prevenção da Violência e respetivas competências; a importância da divulgação dos projetos dinamizados pelos(as) alunos(as), docentes e escolas e a construção de conhecimento numa perspetiva de sustentabilidade dos projetos. (3 horas síncronas)

V- Avaliação

1-Apresentação dos projetos elaborados pelos(as) formandos(as) (4 horas presenciais).

2-Avaliação da ação pelos pelos(as) formandos(as) (2 horas presenciais)

Duração50 horas
Dias de DuraçãoEntre 8 e 30, dependendo da turma.
Modalidade:Oficina de Formação
FormaçãoGeral
Acreditação