Saúde Mental e Tecnologia

13-03-2024

Razões justificativas da ação e a sua inserção no plano de atividades da entidade proponente

A interação entre saúde mental e tecnologia apresenta tantas potencialidades quanto limitações significativas. Adependência excessiva de dispositivos pode levar ao isolamento social e, consequentemente, impactar negativamente obem-estar psicológico. A rastreabilidade dos indicadores de saúde mental, facilitada por dispositivos wearables eaplicativos, é uma ferramenta valiosa para intervenções precoces. Isso oferece a oportunidade de identificar sinais dealerta e fornecer suporte proativo. O uso excessivo de ecrâs pode criar uma falsa sensação de resolução dos problemas,evitando o tratamento profissional quando necessário.
O uso de tecnolologias, apresenta aspetos tanto positivos quanto negativos para o cérebro e a saúde mental.Negativamente, a exposição à luz azul dos ecrãs pode prejudicar o sono, afetando a produção de melatonina eperturbando os ciclos naturais de descanso. Além disso, o uso excessivo de ecrâs está associado ao sedentarismo ecomportamentos passivos, podendo levar a problemas físicos e de saúde mental. Há também o potencial para vício,especialmente em conteúdos online que buscam prender a atenção de forma compulsiva. Por outro lado, os benefícioscomo estímulo cognitivo através de aplicações digitais e jogos que melhoram a memória e as capacidade de resolução deproblemas e facilita a aprendizagem. Este curso é a oportunidade de perceber os prós e os contras do uso digital noresultado de uma melhor saúde mental com estratégias claras.
Todas estas questões foram levantadas ao longo das ações de formação do Plano de transição Digital e, por conseguinte,o CFAEMarcoCinfães entendeu justificar-se uma abordagem específica à temática.


Objetivos a atingir

1-Explorar os efeitos negativos do digital no sono, comportamento, cognição e saúde mental.
2-Debater as estratégias para um uso Equilibrado de tecnologia
3-Capacitar os participantes a estabelecerem limites saudáveis para o uso de dispositivos digitais, promovendo hábitosmais saudáveis e conscientes.
4-Oferecer ferramentas para identificar sinais de dependência e vício no digital.
5-Abordar estratégias para o uso consciente de tecnologia em contextos educativos, equilibrando a integração datecnologia com métodos de ensino tradicionais.
6-Apresentar aplicações de controlo parental e recursos online destinados à promoção da saúde mental.

Duração15 horas.
Dias de Duração5
Modalidade:Curso de Formação
FormaçãoGeral
Acreditação